Ingredientes – Practivar

L-Triptofano

O l-triptofano, ou 5-HTP, é um aminoácido essencial que aumenta a produção de serotonina no sistema nervoso central. A serotonina é um neurotransmissor importante que regula o humor, o apetite e o sono, sendo muitas vezes utilizado para tratar casos de depressão ou ansiedade. Dessa forma, o l-triptofano pode ser utilizado como um suplemento alimentar para ajudar no tratamento de estresse e hiperatividade em crianças, assim como para tratar distúrbios de sono ou a depressão, leve a moderada, em adultos. Muitas vezes, o l-triptofano pode até ser encontrado na mistura de alguns remédios para depressão e na fórmula de alguns leites em pó para bebê. O l-triptofano está indicado quando existe falta de serotonina no sistema nervoso central, como acontece no casos de depressão, insônia, ansiedade ou hiperatividade em crianças. Não existem contraindicações para o uso de l-triptofano, no entanto, mulheres grávidas ou que amamentam, assim como pessoas a utilizar antidepressivos devem consultar o médico antes de iniciar a suplementação com 5-HTP.

Ácido Aspártico

O ácido aspártico está presente principalmente em alimentos ricos em proteínas, como carnes, peixes, frango e ovos. No organismo, ele tem ação de estimular a produção de energia nas células, fortalecer o sistema imunológico e aumentar a produção de testosterona, um hormônio masculino que ajuda a aumentar a massa muscular. Assim, o suplemento de ácido aspártico pode ser utilizado por quem pratica musculação, servindo principalmente para estimular o ganho de massa muscular ou por homens com problemas para ter filhos, pois a testosterona também aumenta a fertilidade masculina. No entanto, são necessários mais estudos e é importante lembrar que seus efeitos benéficos ocorrem principalmente em homens que têm baixa produção de testosterona.

Tirosina

A tirosina é um aminoácido aromático não essencial, ou seja, que é produzido pelo organismo a partir de outro aminoácido, a fenilalanina. Além disso, também pode ser obtido a partir do consumo de alguns alimentos, como queijos, peixes, abacate e nozes, por exemplo, e na forma de suplemento nutricional, como L-tirosina. Esse aminoácido é precursor de neurotransmissores como a dopamina, estando associada a efeitos antidepressivos, e também está presente no processo de síntese de melanina, que é uma substância que dá cor à pele, olhos e cabelo. A tirosina proporciona diversos benefícios para a saúde, como por exemplo: 1. Melhora do humor, já que atua como antidepressivo; 2. Melhora da memória em situações de estresse, melhorando a capacidade de realizar tarefas sob pressão. No entanto, alguns estudos sugerem que esse efeito não acontece em pessoas mais velhas; 3. Aumento da quantidade de células brancas e vermelhas do sangue; 4. Pode ajudar no tratamento de algumas doenças, como o Parkinson.

Cafeína

Muito popular no país, o café é uma bebida usada como fonte de energia, para aumentar a disposição e até como termogênico natural graças ao seu principal ingrediente, que confere a ela essas potencialidades: a cafeína. Considerada um recurso ergogênico para a melhora da performance no esporte, a cafeína pode ser consumida de diversas formas na rotina de atletas profissionais e amadores como suplemento alimentar. Efeitos benéficos da cafeína no nosso organismo também são atestados por órgãos de renome internacional, como a European Food Safety Authority (EFSA), que mostra que a ingestão de até 5,5 mg de cafeína por kg de peso é segura para adultos saudáveis, não conferindo efeitos adversos. Segundo o cálculo feito pelo órgão, a ingestão de até 400mg de cafeína por dia é segura para adultos saudáveis, independente da fonte de cafeína.


Conheça alguns benefícios do consumo moderado da cafeína:


  1. Melhora do estado geral de cansaço físico e mental;
  2. Melhora no desempenho mental e estado de alerta (reflexos);
  3. Auxílio na memória;
  4. Melhora da concentração e do estado de alerta;
  5. Melhora no desempenho nas atividades físicas;
  6. Efeito termogênico, que acelera o metabolismo (transforma a gordura em fonte de energia);
  7. Efeito neuroprotetores;
  8. Melhora do humor.

Créditos: